Close

9 Comments

  1. Adriana Guedes de Souza
    janeiro 23, 2018 @ 7:17 pm

    Boa tarde,

    Mais uma vez um artigo muito bom, leitura fácil e muito bom para uma reflexão.

    Reply

  2. turibio santos
    janeiro 24, 2018 @ 1:11 pm

    Mais uma vez mestre Joaquim Falcão mostra sua capacidade de analisar com total objetividade uma situação complexa e apontar imediatamente o diagnóstico e as soluções possíveis. Bravo!!!

    Reply

  3. Rosane Bacelar
    janeiro 25, 2018 @ 1:29 pm

    Belíssima explanação do momento atual, com mt sabedoria e perfeição na visão da justiça.

    Reply

  4. Rosangela Farias
    janeiro 25, 2018 @ 1:46 pm

    Excelente. Parabéns.

    Reply

  5. Ângela Bayot
    janeiro 25, 2018 @ 2:01 pm

    Parabéns Dr Joaquim Falcao! O senhor enfatzou muitisdimo bem o meu sentimento de brasileira. Ontem logo após o resultado do julgamento fiz uma postagem dizendo em minhas pobres palavras exatamente tudo que o Sr. Escreveu. A diferença é gritante… calmos, ponderados,SEGUROS com vocábulos simples de forma que qq pessoa alfabetizada e interessada nas notícias da política do Brasil, pudessem entender.
    Não esperava outra coisa do senhor, visto que o conheço desde os tempos da FRM.
    Tenha um Bom DIA!

    Reply

  6. Francisco José Vasquez
    janeiro 26, 2018 @ 11:51 am

    Magnífica atuação dos desembargadores que sustentaram a condenação de lula.
    Mas……e agora!
    O que precisamos fazer e fazer rápido para condenar michel temer e seus comparsas?
    O Brasil acordou e não pode dormir novamente.

    Reply

  7. Tereza Vendramini
    janeiro 26, 2018 @ 6:41 pm

    Parabéns Dr.Joaquim Falcão pela clareza do seu artigo. Simples Assim…..Grande abraço .

    Reply

  8. Francisco Palheta Brasil
    janeiro 27, 2018 @ 2:26 am

    Desejo receber seus artigos. Eles são de uma realidade precisa e muito inteligentes

    Reply

  9. Kleber de Carvalho Lobo
    janeiro 27, 2018 @ 10:33 am

    Excelente esse artigo do professor Joaquim Falcão: corajoso, oportuno e que seja o MARCO para a moralização dos costumes e eterna vigilância dos cidadãos sobre os espertalhões.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *